O arquivo do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe é constituído por documentos recebidos no curso de suas atividades, guardados em 328 caixas. Aí estão à disposição dos consulentes inventários, documentos particulares de intelectuais falecidos, entre os quais Armindo Guaraná, Manoel dos Passos de Oliveira Teles, José Calazans Brandão da Silva, entre outros. Compõem essa documentação inclusive milhares de cartas e centenas de fotografias.